28 novembro, 2006

Imemorial

C Antonio, tb é poeta...

7 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Este poema de António Oliveira é fortíssimo! Direi mesmo chocante!

Mostra a crueza das marcas que são infligidas nos caminhos escuros da vida.

Adorei!

Beijo grande.

29 de nov de 2006 10:37:00  
Blogger José Alberto Mostardinha said...

Olá Rose:

Há muito que constatei que o CAntonio é multifacetado... pela positiva.
Daí não me admirar deste seu belo poema.
Para ti desejos de um óptimo fim de semana.
Um beijinho,

2 de dez de 2006 22:26:00  
Blogger Links & Sites said...

L i n k s & S i t e s
Seleção dos melhores Sites do Brasil!
http://www.lksites.com

Parabéns pelo seu Blog!!!

- Link Atualizado. Ok!

Você continua fazendo parte da maior e melhor
seleção de Sites do País!!! - Só Sites Premiados -
Selecionado pela nossa equipe, você está entre
os melhores e mais prestigiados Sites do Brasil!

O seu link encontra-se no item:
" CANAL 3 " => Blog = Letra P

- Os links encontram-se rigorosamente
em ordem alfabética -

Pegue nosso selo em:
http://www.lksites.com/selo.html

Um abraço,
Dário Dutra
- Webmaster -

http://www.lksites.com/
....................................................................

3 de dez de 2006 10:08:00  
Anonymous katia said...

Amor e sofrimento andam muito próximos sempre. Boa semana.

3 de dez de 2006 14:33:00  
Anonymous Daniela Mann said...

Palavras fortes e marcantes!
Beijinhos Rose

3 de dez de 2006 23:30:00  
Anonymous Saramar said...

Menina!
Que poema! Dói como facadas.
É belo, é forte.

beijos

4 de dez de 2006 22:01:00  
Blogger Ricardo Rayol said...

Demais

5 de dez de 2006 15:28:00  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home