02 setembro, 2008

Solstício


rosemari hauenstein ruch - poema
Imagem: Artur Cardoso

7 Comments:

Blogger Roberto Henrique said...

Seria o solstício da alma?
Da tua alma cheia de alegria sempre, não deve ser.
Abraços

4 de set de 2008 16:44:00  
Blogger ROSA E OLIVIER said...

"cada beso bautizado
crea nuevas primaveras
donde nace y donde muere
una Rosa verdadera."...!?...besos.

4 de set de 2008 19:35:00  
Blogger Zé Carlos said...

Rose, maravilhoso seu Blog, mas não é novidade... maravilhosa você, bem também não é novidade nenhuma.... agora se vc aparecer lá em casa, daí sim será uma grande novidade.....
Beijão do Zé Carlos

4 de set de 2008 22:45:00  
Blogger Poemas e Cotidiano said...

Muito lindo isso que vc escreveu
Rose!
Um beijo
MARY

7 de set de 2008 23:03:00  
Blogger BANDEIRAS said...

Bom dia amiga,

Passando para matar saudades,
lindo verso.
bjs

14 de set de 2008 10:28:00  
Anonymous Anônimo said...

Olá!!!!
Vim lhe fazer uma visita!
Uma ótima semana!
Beijos
http://sex-appeal.zip.net
http://cara-nova.zip.net

14 de set de 2008 21:53:00  
Blogger SOBROZA said...

És mais do que especial, linda senhorita...Ensinas&Encantas
Poucas Palavras&muita profundidade.

Este é o horário de me deleitar em sentimentos vivos neste espaço Encantado
Bjks

18 de set de 2008 05:27:00  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home