28 setembro, 2010


rosemari hauenstein ruch

17 Comments:

Blogger Pedro said...

Lindo. Tenho tantas palavras que nunca serão ditas...Como um bom e chato fã, tenho que pedir para vc colocar pelo menos um poema por semana aqui, pode ser??????? Até que vc se desocupe da diagramação. Lembre-se: Vc é responsável por tudo aquilo que cativas! rs. Enquanto isso eu vou lendo e relendo todos eles. Abraços nova amiga, fique bem!!!!!

28 de set de 2010 22:15:00  
Anonymous Rodrigo Rocha said...

Rose passei para conhecer seu blog ele é not°10, show, muito maneiro, fantástico com excelente conteúdo você fez um ótimo trabalho desejo muito sucesso em sua caminhada e objetivo no seu Hiper blog e que DEUS ilumine seus caminhos e da sua família
Um grande abraço e tudo de bom

3 de dez de 2010 20:15:00  
Blogger Delion said...

uma alma inquieta
em sua boca arquiteta
o que os olhos querem ver
...
o que em um instante estremece
mas logo aquece
ao lembrar de você

a espera é gelada
a palavra é treinada
e o objetivo é colher

colher sua atenção
cativar seu coração
e pra sempre te querer

7 de dez de 2010 08:41:00  
Anonymous Anônimo said...

Ah! Como dói cada espera, eu que o diga. Rose nunca deixe ninguém esperando!!!! **

10 de dez de 2010 22:23:00  
Blogger Manuel Rosa said...

Bom trabalho.

26 de jan de 2011 01:15:00  
Blogger Carla said...

Lindo blog, parabéns.

30 de jan de 2011 18:41:00  
Blogger Valdecy Alves said...

Nietzsche dizia que o mundo é um imenso pântano e que a arte é a orquídea colorida e bela que nasce no alto da árvore podre.
Digo então que BLOGS DE POESIA SÃO ORQUÍDEAS NO PÂNTANO DA WEB.
Convido a ler poesia da minha autoria, escrita ontem 05/03/2011. Se gostar comente e divulgue:
http://valdecyalves.blogspot.com/2011/03/canto-vida-peregrina.html

6 de mar de 2011 22:56:00  
Anonymous Anônimo said...

Adorei o seu blog! Pensamentos realmente profundos!
Pelo o seu estilo, acho que você também vai gostar do meu:
http://identidaderestrita.blogspot.com/
Dá uma passadinha lá e confere!

19 de mar de 2011 15:32:00  
Blogger Zé Carlos said...

Que saudade que tenho de seus poemas.... não deixe de fazê-los.....



Um dia
vi que o sol
foi embora
mais tarde
e a noite
ficou
mais breve.
Numa noite
breve
vi que você
foi embora
e vi minha
vida vazia
e tudo
ficou triste
e chovia
e não
importa
mais
se é noite,
ou dia.

**Rosemari hauenstein ruch

23 de jun de 2011 12:01:00  
Anonymous Anônimo said...

Leio quantas vezes for preciso!
Procuro formas e explicações,
para tanto talento, tanta luz,
tento encontrar algo
de mais belo no mundo
e não consigo, simplesmente
não existe... Você eue talento e sua sensibilidae são unicos...

Parabens pelo poema

Brasiliadf

1 de set de 2011 12:12:00  
Blogger CAntonio said...

Parabéns pelo seu aniversário querida Rose.

25 de set de 2011 06:33:00  
Blogger Donna de Mim said...

Lindo

6 de jan de 2012 20:23:00  
Blogger Wagnner said...

Poxa, seu blog tá lindo, sem palavras.É emocionante ler coisas que tocam direto no coração.Parabéns.
Sou iniciante no blog, se quiser entrar conhecer e me dar umas dicas, fico agradecido.
wagnner42.blogspot.com

28 de mar de 2012 13:59:00  
Blogger Lia Noronha &Silvio Spersivo said...

abraços carinhoso pr ti...de feliz 2013.

16 de jan de 2013 21:59:00  
Blogger Cadinho RoCo said...

Há uma sensação maravilhosa que sinto em voltar aqui e retribuir sua visita ao Cadinho. Gosto da sua inquietação típica de quem vive o pulsar do amor sempre.
Cadinho RoCo

11 de out de 2013 10:46:00  
Blogger Nilson Barcelli said...

A espera pode ser assim.
Se há esperança, é suportável.
Se não há, desespera-se...
Magnífico poema.
Tem um bom resto de semana, querida amiga Rose.
Beijo.

16 de out de 2013 15:15:00  
Blogger Nilson Barcelli said...

Como foste ao meu blogue, pensei que tinhas retomado a publicação dos teus poemas.
Mas não...
Espero que esteja tudo bem contigo, minha querida amiga.
Rose, tem um bom fim de semana.
Beijo.

1 de fev de 2014 14:45:00  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home